Feira Orgânica do Parque da Água Branca

Para aproveitar a incrível feira orgânica do Parque da Água Branca em São Paulo você deve chegar ao parque pela Rua Da. Ana Pimentel. De cara, antes de entrar no parque, você já encontra um primeiro galpão de madeira com legumes, frutas, verduras, pães, grãos, laticínios e um sem fim de produtos que apesar de não serem de fazendas associadas à  AAO – Associação de Agricultura Orgânica, como as de dentro do parque, seguem os preceitos da agricultura orgânica.

Para que o produto seja considerado orgânico ele precisa não só ser produzido sem agrotóxico, mas também com respeito pelo meio ambiente e pelos trabalhadores que deram duro para levar aquele alimento para a banquinha. Com essa informação na mente, entre no parque e vá conhecer o galpão principal, maior e com mais variedade do que o primeiro.

É importante chegar cedo: os morangos que buscava já haviam terminado às 9hs. E não se preocupe com o café da manhã, a feira tem uma barraquinha cativa que serve lanchinhos orgânicos que vão de pizza a bolinho em vovó de sabores variados.

Confesso que para mim o ponto que mais conta no alimento orgânico é seu sabor. São alimentos que normalmenten estão na safra, portanto em seu auge. Mas atenção: o respeito pelo tempo dos alimentos exige que você vá ao local com a mente aberta para o que é sazonal. O que vi muito nas barraquinhas desta vez foram bananas, cenouras, maracujá, milho verde e caqui. Mas não pára por aí e ainda é possível obter uma variedade de vegetais.

E o mais legal é conhecer produtos e pequenos produtores que podem se revelar um achado. Eu não saio de lá, por exemplo, sem algum produto do Sítio Caipirinha. Eles produzem laticínios e seu iogurte e ricota são divinos: cremosos e saborosos.

Dessa vez, investi em um azeite de castanha do Pará. A promessa é de que ele é um pouco mais adocicado do que o de oliva, e garante ômega 3 e 6 além de vitamina E.

Da primeira vez que fui comprei os tais Ovos Verdes, também conhecidos como Ovos Felizes. Porque felizes? Porque a galinha é criada solta, no quintal, comendo o que quiser. Quer felicidade maior para uma galinha hoje em dia?

Eles são irregulares e de cores variadas por fora.

Fiz o test drive dos ovos produzindo saborosos ovos mexidos em casa. As gemas são laranja, e a clara firme como tem que ser.

Com sal e uma colher de sopa de água como manda Julia Child, cada ovo se transforma em um café da manhã ou lanche delícia junto de uma torrada com manteiga. Harold Lethias, professor da UNIRIO, falaria para trocar a água por leite. Mas não importa, o que vale é que o truque deixa o ovo mais molhadinho e cremoso.

Feira Orgânica do Parque da Água Branca

Rua Da. Ana Pimentel . Barra Funda . São Paulo

3as, sábados e domingos, das 7 às 12hs

About these ads

Etiquetas:, , , ,

Categories: z... outros

Assine!

Assine o nosso feed para receber novidades quentinhas!

17 Comentários em “Feira Orgânica do Parque da Água Branca”

  1. ana
    08/05/2011 às 12:22 #

    tb fomos lá ontem, coincidência! só que chegamos no final, umas 12h, já…
    só um adendo: a feirinha do lado de fora não é da associação. é uma dissidência. teve alguma briga lá e aqueles produtores alugam o espaço do bar na entrada do parque.
    bjos.

  2. 01/03/2012 às 16:07 #

    Para quem curte, a feira é tudo de bom, otimos preços, bem melhores que nos supermercados, eu sou fã!

    • 01/03/2012 às 17:12 #

      Eu sinto a maior falta Rosane… aqui no Rio, onde estou morando não tem nada que chegue nem perto!

  3. 02/03/2012 às 18:49 #

    Ola ,
    Busco fornecedor de castanhas orgânicas recebi a informação de que existe um na feira do parque da agua branca . Poderiam me passar um contato caso o tenham ?
    Att Lilian

    • 06/03/2012 às 18:31 #

      Olá Lilian,
      Eu conheço um que vende no Parque da Água Branca, e trabalha com foco em castanhas do Pará e subprodutos. O nome é Ouro Verde Amazônia – http://www.ouroverdeagro.com.br
      Ficam em uma das entradas do pavilhão principal normalmente.
      Abs, Laura.

      • 06/03/2012 às 19:58 #

        Obrigada por seu retorno !
        Lilian

  4. 12/08/2012 às 15:23 #

    Conheci a feira a um mês agora estou lá todos os domingos para abastecer minha casa, além dos produtos serem excelentes, saudáveis e de bom preço, aquele parque me transmite um saudosismo de uma São Paulo que não existe mais, um bom local para relaxar com a família.

  5. Katia Maria Gambini
    16/08/2012 às 22:23 #

    Depois que conheci esta feira, nada se compara, tenho só elogios, produtos fresquinhos, bom preço, vou lá toda semana.

  6. 19/02/2013 às 18:32 #

    Oi vou esse fds la quero conhecer os produtores para fornecer, eu gostaria de algumas dicas …

    • 27/02/2013 às 14:37 #

      Olá Wellida, a dica é chegar cedo para aproveitar o melhor da feira – entre 7 e 7:30 as barracas ainda estão tranquilas e ainda tem uma boa variedade de produtos. Como falei no post não entre pelo parque, e sim pela Rua Da. Ana Pimental que, antes da entrada do parque, já tem boas barracas de hortifruti, grãos, entre outros. Para mim, o iogurte da barraca do post é imbatível, não deixe de experimentar. Espero que tenha ajudado, e que aproveite a visita! Abs, Laura.

  7. 14/05/2013 às 7:59 #

    Obaaaaa!!!! que bom saber… já vou me programar para ir lá!

    • 14/05/2013 às 9:24 #

      Vale muito a pena Juliana, a feira é bem completinha, quando pensamos em orgânicos. Chegue cedo, e aproveite o melhor! :)

  8. ELZINETH RODRIGUES MARTINS
    09/08/2013 às 18:14 #

    Só pelos comentários, vi que a feira além de nos possibilitar o acesso a tudo de bom, é frequentada por muita gente bacana.
    Adorei as dicas e vou lá amanhã.
    Obrigada a todas(os)
    Elzineth

  9. neide pezzutti
    13/09/2013 às 20:47 #

    gostaria de saber se la eles vender maxixe do reino,ou mxixe de minas

    • 02/10/2013 às 23:12 #

      Oi Neide, não vi. Mas os produtos mudam um pouco a cada edição, pois respeitam as safras! Abs

Trackbacks/Pingbacks

  1. Um saboroso aquário em São Paulo | Xis-Xis - 30/10/2011

    [...] A Laura do blog “Comer Comer” fez um post bacana e ilustrado sobre o lugar – leia aqui. Sempre que possível, prefiro esse tipo de alimento, já basta respirar poluição o dia [...]

Deixar uma resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

WordPress.com Logo

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Log Out / Modificar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Log Out / Modificar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Log Out / Modificar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Log Out / Modificar )

Connecting to %s

Seguir

Get every new post delivered to your Inbox.

Junte-se a 104 outros seguidores